BLISS: Introdução alimentar para o seu pequeno

BLISS: Introdução alimentar para o seu pequeno

Um dos maiores dilemas da relação mãe e filho durante a fase da amamentação é o desafio da introdução alimentar. O que antes era líquido, agora passa a ser sólido e ter diferentes texturas e sabores.

Já existem métodos conhecidos, como você verá no texto, mas o destaque aqui fica por conta do BLISS, introdução alimentar desenvolvida por pesquisadores neozelandeses. Continue a leitura no Blog PFzinho e saiba mais! 

Introdução alimentar desenvolvida para a saúde do seu filho
Você conhece o método BLISS de introdução alimentar?

O que é Bliss?

Bliss, Baby-Led Introduction to Solids (Introdução de Sólidos Guiada pelo Bebê), é uma variação do BLW, método que você encontrará mais para frente em sua leitura.

A ideia proposta é deixar o bebê explorar os alimentos com as próprias mãos. Isso significa que ele vai tocar e ingerir a quantidade que ele quiser, claro que sobre a supervisão de um responsável. 

Mas qual a parte inovadora do BLISS? Esses alimentos devem ser maiores, para deixar a criança entretida e curiosa, ao mesmo tempo em que descobre o seu paladar. Outra evolução dos métodos anteriores é garantir a nutrição adequada para a idade do seu bebê. 

Na introdução alimentar BLISS, o recomendado são:

  • Alimentos ricos em ferro em cada refeição;
  • Alimentos que ajudam a absorção do ferro no organismo;
  • Alimentos com alta densidade energética ao menos uma vez por dia.

Durante a refeição, o foco do seu filho deve estar voltado aos alimentos. Preste atenção aos sinais de fome e saciedade dele.

Caso tenha curiosidade, consulte um pediatra especialista para saber qual o melhor método e alimentos para a rotina e necessidades do seu filho.

Quando começa a introdução alimentar para o bebê?

Introdução alimentar geralmente começa aos seis meses de vida
Geralmente, a introdução alimentar deve ser iniciada a partir dos 6 meses de vida.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o recomendado é que a introdução alimentar comece a partir dos 6 meses de vida. Até essa idade a amamentação é a fonte de alimentação do bebê.

A introdução alimentar tem que ser feita aos poucos. Tenha paciência e acompanhe o ritmo do seu filho. O importante é respeitar o desenvolvimento do bebê. O mais comum é iniciar pelas frutas. Experimente diferentes tipos e mostre uma enorme variedade de sabores e texturas ao paladar dele.

É o momento ideal para estimular o paladar da criança. A incentive a comer de tudo para ter uma vida mais saudável. Após as frutas, migre para legumes, vegetais, verduras e proteínas. Os últimos a serem introduzidos são alimentos como arroz, feijão e macarrão. 

Passe por um pediatra com seu filho e veja quais as melhores receitas para ele. É importante saber que cada organismo responde aos alimentos de maneira diferente. Entenda as necessidades do seu filho junto ao pediatra e elabore os pratos ideais para ele.

Métodos de introdução alimentar

Métodos de introdução alimentar
Os métodos mais conhecidos de introdução alimentar são BLISS, BLW e tradicional.

Existem diversos métodos de introdução alimentar. Apresentar alimentos para o seu bebê é uma etapa importante da vida dele e ambos precisam ter paciência. Não espere que ele vá comer tudo com facilidade logo na primeira tentativa.

Além do método BLISS, apresentamos abaixo o BLW e o, mais conhecido, tradicional:

BLW

BLW, do inglês Baby Led Weaning, significa “desmame guiado pelo bebê”. No método BLW, a criança tem contato com o alimento em pedaços grandes. Ela vai manusear e levar o alimento sozinho até a boca. Uma técnica antiga que sempre esteve presente na introdução alimentar.

Segundo o método, não devem ser utilizados talheres e os adultos não devem intervir, apenas monitorar. Assim, a hora de comer proporciona maior confiança e aumenta a curiosidade do bebê sobre os alimentos. A oportunidade perfeita para estimular o paladar da criança e transformar a refeição em um momento divertido do seu dia.

O que diferencia o BLW do BLISS?

Como falamos, o BLISS é uma evolução do BLW. A diferença entre eles se resume a preocupação com a quantidade de nutrientes que estão sendo ingeridos pela criança. Pesquisas indicaram que, através do BLW, havia ingestão excessiva de carboidratos e baixa ingestão de proteínas e vegetais. Exatamente o ponto corrigido no método BLISS.

Tradicional

No método tradicional da introdução alimentar, o bebê inicia ingerindo suco de alguns tipos de frutas e vai progredindo. O passo seguinte é experimentar as mesmas frutas amassadas ou raspadas, sopas, cremes e purês. Geralmente, tudo amassado e peneirado.

É uma maneira simples de introduzir alimentos na dieta do seu filho, mas que te permite controlar quantidade e qualidade.

Qual o melhor método de introdução alimentar?

Qual melhor método de introdução alimentar
O melhor método alimentar é aquele que você e seu bebê se adaptarem.

O melhor método de introdução alimentar é aquele que o seu bebê tem a melhor adaptação. Seja o tradicional, BLW ou BLISS, é importante estar atento ao desenvolvimento do seu filho e suas respostas à nova alimentação.

Controlando quais alimentos estão sendo ingeridos, você aumenta as chances do seu bebê crescer saudável e desenvolver bons hábitos alimentares.

Veja mais conteúdos sobre alimentação na infância

Dicas de leitura:

Open chat