DICAS PARA CRIANÇAS COMEREM LEGUMES, FRUTAS E VERDURAS

Você tem dificuldade em fazer com que seus filhos comam frutas, legumes e verduras? Não se preocupe, a maioria dos pais passam pela mesma tribulação quando dão início à introdução alimentar infantil. É muito comum que nessa fase ocorram objeções aos vegetais, isso porque o nosso paladar possui muito mais afinidade com alimentos doces, e quando crianças, a transição do leite para outros alimentos mais salgados pode parecer uma ideia um pouco desagradável para os pequenos. Porém, quanto mais cedo esses alimentos forem apresentados aos seus filhos, melhor será a adaptação. Não perca tempo e confira com a gente seis dicas infalíveis para facilitar o processo!

1. SEJA O EXEMPLO

Você é o primeiro modelo de comportamento para o seu filho.” Essa frase reflete exatamente como deve ser encarado o primeiro passo. Dar o exemplo é importante para que ele tenha uma instrução de como deve se alimentar. Então se você come besteiras o tempo inteiro, se alimenta mal e não possui horários estipulados para as refeições, não espere que seu filho siga um caminho diferente. O ideal é reunir a família para alimentarem-se juntos, sem a interferência de aparelhos eletrônicos. Assim o foco será apenas comer, evitando que situações externas tirem a atenção desse momento diário tão importante.

2. NÃO ESCONDA OS VEGETAIS

Jogue limpo com seu filho. Ele precisa saber o que está comendo para que crie seus gostos pessoais. Tentar camuflar os alimentos só os deixará desconfiados, fazendo com que rejeitem o que acham que não deveria estar ali. Apresente os vegetais e deixe que eles sintam-se atraídos por eles, que criem curiosidade de prová-los e que entendam o que realmente agrada o seu paladar.

3. LEVE-OS À FEIRA

Levar os pequenos à feira é um baita estímulo, tanto alimentar quanto autonômico. Pois permite que as crianças sintam, cheirem e escolham as frutas e legumes com seus pais. Isso irá fazer com que elas se sintam muito mais participativas, dando um gás na hora de provar aquilo que escolheram. Deixar com que ajudem no preparo das refeições também pode incentivar na hora de se alimentar, pois assim, elas se sentirão muito mais atraídas em experimentar aquele prato onde puderam auxiliar na preparação.

4. ESTIMULE-OS

É normal que exista resistência na hora de provar aquele prato que nunca saboreou. Porém, o sugerido é que a criança prove pelo menos de 8 a 12 vezes um alimento para realmente decretar insatisfação pelo sabor. Não é uma tarefa muito agradável para os pais ter de insistir para que seu filho prove um alimento, porém seja persistente, até que seja perceptível que ele realmente não se familiarizou. Respeite os gostos de seus filhos, eles também irão construir sua própria identidade em relação ao paladar.

5.NÃO DIGA “MEU FILHO NÃO COME TAL COISA” NA FRENTE DELE

Nunca, em hipótese alguma, diga para alguma outra pessoa na frente de seus filhos que eles não gostam de determinado alimento. Crianças não são tão inocentes quanto imaginamos e podem acabar utilizando sua fala como escapatória para algumas situações.

6. CAPRICHE NA APRESENTAÇÃO

Nessa fase, a criatividade será sua melhor aliada. Crianças se sentem muito atraídas por cores e formas, por isso, capriche na apresentação dos pratos. Faça desenhos e formas divertidas, assim ela ficará curiosa o suficiente para querer provar. Caso tenha uma rotina agitada e pouco tempo para preparar as refeições, conte com oPFzinho! Nós possuímos um cardápio inteiro de pratos feitos extremamente saudáveis com verduras e legumes para toda a família.

Gostou das dicas do Blog PFzinho? Então continue por aqui e não deixe de conferir todas as nossas opções depratos feitos, sobremesas e lanches orgânicos e 100% naturais no site oficial do PFzinho. Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat