Papinha de bebê: 5 motivos para você as inserir na alimentação do seu filho

Papinha de bebê saudável é o melhor para você e seu filho.

Você já iniciou a introdução alimentar do seu filho? A papinha de bebê é parte essencial dessa importante fase.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o indicado é que ela seja iniciada a partir dos 6 meses de vida. Porém, existem casos específicos onde pediatras a recomendam já a partir do 4º mês.

A introdução alimentar do seu filho é uma etapa importante na conexão entre vocês.

Esse é um momento importante para a vida da mãe e do bebê e é normal surgirem dúvidas. A solução é pesquisar, ler e entender as reações do seu filho. É essencial ver como ele reage a cada etapa da introdução e planejar os próximos passos.

A papinha de bebê é uma iniciação básica em nossa vida alimentar. Uma prática comum que fez e fará parte de todas as próximas gerações. A dica aqui é: não dê ao seu filho papinhas industrializadas! Você sabia que pode produzir a sua própria papinha de bebê?

Continue a leitura e veja 5 motivos para inserir as papinhas caseiras na rotina de alimentação do seu pequeno. 

1. Estimular a mastigação

A mastigação é parte importante do crescimento do bebê.

Um dos grandes benefícios da introdução alimentar através da papinha de bebê é estimular o seu filho a começar a mastigar. Crianças são curiosas e tendem a colocar as coisas na boca e mastigar. Essa é a chance de aproveitar e ensinar a importância de comer bem através de cores, sabores e texturas.

O tipo de papinha de bebê muda com o passar dos meses. Quanto mais o seu filho cresce, mais a papinha ganha solidez. Isso exige uma evolução na mastigação.

Aí está a importância de sua iniciação com alimentos ter comidas que possam ser mastigadas. A criança precisa ir se adaptando e descobrindo como comer essas novas papinhas.

2. Prevenção à obesidade

Alimentação saudável é sua aliada na prevenção à obesidade infantil.

A obesidade infantil é um dos grandes problemas dessa fase da vida. Uma condição que geralmente é tratada somente na vida adulta, e agora passa a receber a nossa atenção logo cedo. Quanto mais rápido você cuidar da dieta do seu filho e identificar possíveis tendências a obesidade, antes o seu filho ficará saudável.

Uma alimentação balanceada porém rica em vitaminas e fibras é a ideal. Nesse ponto, a papinha de bebê caseira é benéfica ao crescimento de seu filho e a prevenção à obesidade.

Garanta uma introdução alimentar segura e nutritiva. Oportunidade perfeita para se conscientizar, cuidar da dieta do seu filho e da sua também. Por que não?

3. Alimentação saudável

Papinha de bebê saudável é o melhor para você e seu filho.

Um dos principais dilemas na hora de alimentar os filhos envolve o intestino deles. Enquanto alguns sofrem com um intestino mais lento, outros trabalham em ritmo acelerado.

Uma alimentação saudável com papinhas de bebê pode oferecer alimentos que irão regular o funcionamento do intestino. Isso evitaria, por exemplo, o surgimento de problemas e aliviando o dia a dia (seu e do bebê). 

Com a dieta adequada, você tende a não introduzir prematuramente medicamentos para auxiliar no controle das dores de barriga e outros problemas intestinais. 

4. Saúde protegida

Dê preferência a papinhas que você sabe que irão fazer bem à saúde do seu filho. Observe os ingredientes utilizados e métodos adotados durante a produção. Tenha a certeza de estar alimentando o seu bebê com o que tem de melhor e mais saudável.

Na PFzinho, você encontra uma série de pratos feitos, lanches, sobremesas e muito mais alimentos livres de química. Todos criados para o bem-estar da sua família.

5. Conheça o paladar do seu filho

Estimule o paladar da criança com receitas atrativas que chamem sua atenção.

Quem nunca sofreu com o paladar do filho? Tentou propor um alimento diferente do usual e ele rejeitou? A introdução alimentar com a papinha de bebê caseira é uma opção valiosa para quem quer conhecer os gostos dele e desenvolver novas preferências. Estimule o seu paladar!

Se, eventualmente, ele recusar algum alimento que você propôs, mude a receita, mas mantenha o alimento inserido. Explore todas as opções de refeições o envolvendo para descobrir as que o agradam.

Aos poucos, você ensina o seu filho os benefícios de uma refeição saudável. Observe quais sabores o agradam, quais texturas e cores chamam sua atenção. É a sua chance de criar pratos e moldar as preferências do seu bebê.

Priorize frutas, legumes, cereais e proteínas e temperos naturais. Evite utilizar alimentos industrializados, gorduras, açúcar e sal.

Promova um estilo de vida saudável e inclua frutas como melancias na dieta do seu filho.

Papinhas de bebê PFzinho!

Se estamos falando de priorizar alimentos saudáveis, estamos falando de PFzinho. Você já conhece as nossas receitas orgânicas? Esteja por dentro de todas as novidades nutricionais. Invista no desenvolvimento e crescimento saudável do seu filho!

Refeições criadas para aliar saúde e bem-estar à curiosidade de provar novos sabores e texturas.

Veja mais conteúdos sobre alimentação na infância

Dicas de leitura:

Receba novidades, dicas e promoções!

Open chat